Solte os remos…

24 02 2010

 

O post sobre a Mansuetude recebeu muito comentários, todos deliciosos e cheios de esperança. Agradeço a todos por esses comentários, eles me motivaram ainda mais a continuar escrevendo sobre sentimentos, pessoas… amores!

Reproduzo aqui uma citação que veio junto com um desses comentários:

“Às vezes, quando o vento da renovação começa a uivar,não temos certeza de que as transformações serão para melhor.

A Providência Celestial tem um plano só para nós e as ventanias nos conduzirão aonde precisamos ir. Devemos retirar os remos da água e confiar na embarcação divina.”

#Hammed

Como espírita, acredito em cada palavra desta citação, mas sei como é difícil soltar os remos e ir aonde devemos ir. Dá um medo danado!!!

Veja bem, esta citação não nos incita a deixar a vida acontecer sem nossa participação, muito pelo contrário, ela nos incita apenas a aceitar o inevitável, a deixar acontecer o que precisa acontecer, e desta maneira, ser o autor corajoso de nossa história e principalmente a aceitar o novo, mesmo que este novo venha com a força e o medo que as tempestades nos provocam.

Aprendi com a dor da perda, que devemos aceitar os acontecimentos, mesmo ou principalmente quando nos foi imposto pelo outro ou pelas circunstancias da vida.

É exatamente neste momento que o maior crescimento pessoal pode acontecer e enfim, está acontecendo comigo. Demorei muito a soltar os remos, ainda procuro por eles muitas vezes, tento frear o inevitável, parar os acontecimentos, evitar a dor.

Essa coisa da dor tem muito a ver com o fato de ser mãe, ver o sofrimento dos filhos é pior que sentir o próprio e isso algumas vezes me desespera, mas sei que eles também precisam soltar os remos. Mas é isso, sou mãe, acima de tudo nesta vida eu sou mãe, também demorei muito para assumir isso, assim publicamente, como se esta escolha fosse alguma vergonha. É que me foi dito, sem palavras, por alguém muito importante para mim, que este foi meu grande erro, quase acreditei… Quase me envergonhei desta escolha!

Sou mulher, sou jornalista, sou blogueira, sou designer, sou produtora e em breve serei professora novamente. Ah!Sou estudante, começo minha pós em moda no mês que vem. Mas acima de tudo, sou mãe e foi sendo mãe que aprendi a soltar os remos e foi soltando os remos que virei blogueira,designer,e tive coragem de voltar a escrever e a estudar…Sim,o novo pode trazer coisas maravilhosas, pode vir com muita dor,mas também nos dá muita coragem. O novo pode até trazer o velho remodelado, reconstruir o destruído e desnudar o escondido, acho que foi assim que voltei a ser jornalista, desnudando o medo de escrever, de ser julgada.

 Tem uma música dos #Paralamas do Sucesso, escrita por #Herbert Viana, que diz, Para que a dor possa sempre mostrar algo de bom. Hoje eu sei que a dor tem esta obrigação, a de trazer algo de bom. E esse bom, normalmente é a maturidade e a mansuetude….

um amor, um lugar – Herbert Viana  (link para youtube)

Desde pequenos meus filhos me escutam dizendo “Para Deus, não importa o que acontece com você, importa, o que você faz com o que acontece com você.” E é isso que vai fazer você ser digno de concretizar seus sonhos, realizar seus desejos e anseios mais íntimos. Não tenha medo de sonhar e desejar, tudo pode acontecer!

Portanto, solte os remos, deixe o vento te levar aonde precisa ir, deixe o novo mostrar sua cara, deixe a dor cumprir sua obrigação e confie. Tudo vai acabar bem… Isso é bem coisa de mãe,né? Mas, confie na palavra desta sobrevivente que precisou perder os remos para soltá-los, ficou a deriva e hoje segue digna enfrentando o novo, amando o velho, curtindo o hoje e cheia de esperança no amanhã!

Cynthia,minha amiga, este é pra você.E é também para meus filhos -a maior novidade da minha vida!

Post: Cristina Morais

Anúncios




Quase almas gêmeas…

9 02 2010

#Gloria Coelho e #Carol Mollianni, quase almas gêmeas…

Se você como eu é apaixonada por acessórios, precisa conhecer o trabalho da designer de jóias Carol Mollianni. Ela tem um trabalho primoroso, criativo e original. Carol trabalha com o titânio, material de coloração cinza escuro, pouquíssimo utilizado por ser extremamente duro e por isso difícil de ser trabalhado. Entre os poucos designers no mundo que se aventuram a utilizar este material, além da Carol, estão os designers de Tiffany. Deu pra imaginar a categoria da designer,né?

designer de joias Carol Molliani

Peças em titânio por Carol Mollianni

“São peças para ter para sempre, são indestrutíveis, é uma das magias do material”,afirma a designer #Carol Mollianni.

Carol arrasa em desenvoltura e criatividade tirando proveito das características únicas do titânio, que com a ajuda de um maçarico consegue inacreditáveis efeitos de cor. O maçarico nas mãos da designer se transforma em uma varinha de condão e ela vai tirando do resistente metal tons de dourados, azuis, roxos e rosas. Parece mágica!

E por essa excelência foi convidada pela empresária #Roberta Tolentino,verdadeira curadora de estilo e moda, a participar do Conceito Showrrom. E foi lá, que a inspirada estilista Gloria Coelho conheceu e se apaixonou pelo trabalho da Carol. Pronto, nasceu uma parceria de peso e criatividade; ”a Gloria colocou um dos meus anéis e disse “não tiro mais isso do dedo”, comenta a orgulhosa designer.

Para a coleção de inverno de #Gloria Coelho, que também participa do Conceito showroom, Carol desenvolveu seis peças; dois anéis, dois colares, um bracelete e um piercing de orelha – algumas têm letras do alfabeto hebraico gravadas. A estilista que teve em seu desfile de inverno o tema “almas gêmeas” deixou a designer livre para criar. Carol comenta, ”que só de vez em quando ela me dava alguma idéia”.

Carol Mollianni para Gloria Coelho

cores mágicas tiradas do fogo

O resultado é um Must Have de acessórios que logo, logo estarão compondo as irresistíveis vitrines das lojas de Gloria Coelho.

Post: Cristina Morais





SINAL DOS TEMPOS

19 10 2009
“Eu tenho um sonho…” Martin Luther King


Em 1955 a negra #RosaPark, é presa em Montgomery, EUA, por sentar nos lugares reservados aos brancos num ônibus urbano, “eu estava cansada, meus pés doiam”, disse Rosa.

Rosa Park

Martin Luther King
 
Em 1963 #MartinLutherKing reuni 250 mil pessoas em Washington, para a marcha Pró-direitos civis e faz o emocionante discurso “Eu tenho um sonho”.
 
Em 1964 Luther King, aos 35 anos, é o mais jovem vencedor do prêmio Nobel da Paz, por sua luta contra o racismo nos EUA.

Em 1965 assinada Convenção Internacional Sobre a Eliminação de Todas as Formas de Descriminação Racial – #ONU

Em 1968 o lider pacifista e Nobel da paz, #MartinLutherKing é assassinado nos EUA.

Em 1986 a organização da União Afriacana (OUA) assina a Carta dos Direitos do homem e dos Povos.

Em 1990 o líder africano #Nelson Mandela, que lutava contra o apartheid é libertado,após 27 anos de prisão.

Em 1991 Fim das leis do apartheid na Africa do Sul.

Em 1994 #Nelson Mandela é eleito #Presidente da Africa do Sul.

Em 1994 se realiza o #Tribunal de Ruanda, para julgar os bárbaros crimes cometidos contra a #Humanidade no território da Ruanda e Estados vizinhos.

Em 2009 ano que se comemora os 50 anos da boneca #Barbie, a #Mattel,empresa que fabrica e comercializa a boneca , lança a versão negra desta beldade que encanta todas as crianças. Já houveram outras #Barbies negras, mas de alma branca, pois eram apenas uma versão pintada do modelo da clássica loira. Agora a boneca ganha alma, e feições realmente negras, com lábios mais cheios, nariz mais grosso e bochechas mais pronunciadas.

A designer responsável pela boneca, Stacey McBride-Irby, que é negra, disse que queria criar uma linha para inspirar sua filha de seis anos e milhões de outras crianças afro-descendentes. “Eu quero que elas se vejam nas bonecas e que saibam que ser negra é bonito”, disse ela ao jornal britânico Daily Mail.

As coleções de bonecas virá nas cores marrom claro,chocolate e caramelo e chegará ao Brasil em maio do ano que vem. No Exterior, o brinquedo chegará a tempo do natal.

Eu continuo tendo um sonho! E você?
Por todas as cores do Mundo!!!!